segunda-feira, maio 29, 2017

PEC de eleições diretas precisa do voto de 60% dos parlamentares


















Desde a eclosão da crise que ameaça o cargo de Michel Temer, tomou corpo no Congresso e em setores da sociedade movimento para aprovar uma PEC (Proposta de Emenda à Constituição) que determine eleições diretas.

Pelas regras atuais, a escolha do sucessor de Temer, caso ele venha a deixar o cargo, será feita pelos 594 parlamentares em eleição indireta a ser realizada 30 dias após a vacância do posto, segundo reportagem dos jornalistas Ranier Bragon e Talita Fernandes, da Folha de São Paulo.

Com vários integrantes sob a mira da Lava Jato, o Congresso tem hoje rejeição popular recorde – de acordo com o Datafolha, 58% da população avalia como ruim ou péssimo o desempenho do Legislativo. Tags: eleições! 


Nenhum comentário:

Postar um comentário