domingo, maio 07, 2017

‘Parece que já morri’, diz Michel Temer

























Radar On-Line – A imagem ao lado tem tudo para jamais decorar os gabinetes e repartições públicas de Brasília. Em duas ocasiões diferentes, Michel Temer posou para o fotógrafo Orlando Brito com a faixa presidencial.

Para desespero do marqueteiro Elsinho Mouco, comandante da operação, ele não gostou do resultado da primeira sessão. Na segunda, esta ao lado, a imagem vazou e acabou muito criticada nas redes sociais.

Temer se retraiu. A quem lhe pergunta sobre a ausência da fotografia nas paredes da Esplanada, o presidente costuma dizer que não gosta muito do culto à personalidade. Mas na intimidade ele explica que a razão real é outra.

Na casa de sua família em Tietê, interior de São Paulo, era comum ter fotos dos parentes que já tinham morrido pelas paredes, num ângulo frontal. Aquilo impressionava muito o jovem Temer. “De fato, me dá uma sensação estranha. Parece que já morri”.




Um comentário:

  1. Senhor Presidente, com todo o respeito que Vossa Excelência merece do povo brasileiro, mas quem parece que já morreu é a massa trabalhadora deste país de extensão continental. Já se veem esgotadas a esperança e as perspectivas de vida.

    Vossa Excelência precisa dormir tarde e acordar cedo. Esse talvez seja o primeiro passo para pensar um projeto global de salvação do Brasil. Acabar com as conquistas do trabalhador, rasgando a CLT e pondo fim a aposentadoria, é uma violência que afronta os limites da maldade.

    Disse o presidente Kennedy, no discurso de posse, em 20/01/1961, que: ‘’Se uma sociedade livre não conseguir ajudar os muitos que são pobres, não poderá igualmente salvar os poucos que são ricos.’’

    ResponderExcluir