sábado, abril 29, 2017

Faca: Temer lista 25 infiéis para demitir seus indicados





















O presidente Michel Temer listou cerca de 25 parlamentares que terão seus aliados demitidos de cargos públicos por terem votado contra o governo na proposta de mudança da legislação trabalhista e também por não apoiarem a reforma da Previdência.

A estratégia do Palácio do Planalto é tirar os cargos dos parlamentares considerados infiéis e transferir as nomeações para outros, em troca dos votos desses deputados na reforma da Previdência.

O governo considera ter sido traído por cerca de 70 deputados. Espera que as demissões ajudem a reverter a posição do resto do grupo. Do Blog do Xerife!



5 comentários:

  1. É preferível ser ‘’infiel’’ a um governo sem voto, ilegítimo, golpista, oportunista e traiçoeiro, que retirar os direitos trabalhistas do trabalhador e, ainda, condená-lo à morte sem a merecida aposentadoria.

    ResponderExcluir
  2. Temer anda dizendo a alguns poucos amigos pelos corredores palacianos de Brasília que quer ser lembrado como o ‘’presidente das grandes reformas.’’

    ResponderExcluir
  3. SENZALAS.
    Um experiente octogenário de pele morena comentava na manhã de hoje, sábado (29), num dos bancos envelhecidos e maltratados da Praça Gentil Ferreira, no Alecrim, que está vendo a hora o senhor ‘’Presidente’’ mandar revogar a Lei Áurea (Lei Imperial nº 3.353, de 13/05/1888), a fim de que a ‘’negrada’’ possa voltar acorrentada às velhas e indesejáveis senzalas dos senhores de engenho.

    ResponderExcluir
  4. Pois é, jóviu, só era o que faltava!

    ResponderExcluir
  5. DANOU-SE.
    Alguns setores da imprensa informam que Henrique Alves poderá ter dores de cabeça pela frente. O MPF pediu à Justiça Federal em Brasília para colher os depoimentos das duas ex-mulheres do ex-ministro do Turismo de Dilma e Temer, Priscila Gimenez e Mônica Azambuja, no inquérito que investiga a participação dele no esquema de propinas para autorizar liberação de recursos do FI-FGTS.
    Em sua defesa, o ex-ministro afirmou que abriu uma conta na Suíça para proteger o dinheiro do espólio do pai dele em meio a uma separação turbulenta. O MPF suspeita que o dinheiro seja de propina paga pela Carioca Engenharia.

    ResponderExcluir