quarta-feira, novembro 23, 2016

Lajes Pintadas: animais soltos nas ruas

 Parece ter ficado pior, porque depois do prazo determinado pelo Ministério Público (comarca de Santa Cruz) para os criadores retirar os currais e animais do perímetro Urbano, são vistos com frequência jumentos e cavalos soltos circulando pelas ruas da cidade de Lajes Pintadas, RN.   
       
É, como diz aquele velho adágio popular: quando não é oito,  é oitenta, não é?


6 comentários:

  1. Caminhava pelo calçadão, na tarde de hoje (25), quando ao passar ao lado de um boteco nas proximidades da Craibeira, escutei um cara dizendo que ‘’o prefeito tá saindo, mas os burros tão ficando’’.

    ResponderExcluir
  2. Neste fim de ano e de mandato ficarão todos os burros, os de quatro e os de duas patas? Se ficarem apenas os burros de quatro patas, inofensivos e úteis, será ótimo. Entretanto, se ficarem também os burros de duas patas, diferentemente dos primeiros, ofensivos e inúteis, aí será desmantelo pra cinema.

    ResponderExcluir
  3. Nem tenha medo, amigo, porque os burros e as burras de duas patas já estão de mala e cuia prontas, prontinhas, para irem infernizar nos confins de outras plagas.

    ResponderExcluir
  4. O ex-ministro da Secretaria de Governo, Geddel Vieira, encontrado no pleno exercício da advocacia administrativa (crime tipificado no art. 321-CPB), além de outras manobras contra a Administração Pública, escorregou e caiu do cavalo do Governo Temer ontem, sexta-feira (25). O ex-colega dele, Marcelo Calero, diplomata de carreira no Itamaraty, para não cometer o pecado da omissão pediu exoneração do cargo de ministro da Cultura, e denunciou o ato criminoso à Nação, que culminou com a saída do baiano e amigo do presidente Michel da cúpula do governo.

    ResponderExcluir
  5. Corrupção no Governo Temer.
    Geddel Vieira no uso do elevado cargo de ministro de Estado pretendia influenciar seu colega Marcelo Calero para agir de forma inconsistente e infundada e, com isso, beneficiar terceiros interessados, inclusive parentes, na qualidade de proprietários num condomínio de luxo na capital baiana. Por enquanto, é o que se sabe. E haja corrupção no Governo Temer.

    ResponderExcluir
  6. Prefiro ouvir o relinchar dos jumentos à tagarelice dos ‘’doutores’’, porque os jumentos despertam o espírito de nobreza e os ‘’doutores’’ desmotivam o talento e estimulam a burrice.

    ResponderExcluir