terça-feira, junho 06, 2017

Natal: Henrique Alves é preso


























A Polícia Federal amanheceu fazendo operação em Natal na manhã desta terça-feira. Estão sendo cumpridos mandados de busca e apreensão e de prisão. Um dos endereços visitados foi o edifício Belo Monte na esquina da Av. Getúlio Vargas e com a Dionísio Figueira.

O alvo é o ex-deputado federal, Henrique Alves, acaba de ser preso no apartamento que mora.

A informação acaba de ser confirmada na Globo News. A operação é desdobramento da operação Lava Jato.

Outros mandados de busca estão sendo cumpridos na Agência ART & C e em outros endereços. Com informações do Blog do BG!





9 comentários:

  1. Bom dia Prezados Senhores Lajespintadenses, não poderia no momento receber tal noticia maravilhosa, que é a prisão de Henriquinho Alves maldade. Esse inescrupuloso político que por tantas eleições enganou o nosso povo, mas que merecedor esta prisão. Tantos reais desviado do RN por essa família famigerada,pilantra e ladra, começando por seu Pai. Se liga Lajes Pintadas, tem politico ai que esta tendo pesadelos e também vai chegar sua hora.

    ResponderExcluir
  2. Quem ainda não sabe o que diz, entende que notícia de prisão se constitui numa coisa maravilhosa. Maravilhosa do ponto de vista de quem compreende a vida é a liberdade.
    Prisão não se trata de coisa boa. Prisão é coisa ruim que não se deseja para ninguém. Nem para os piores inimigos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom dia a todos, em resposta ao ilustre cidadão Erivan França, ao que escrevi como NOTICIA MARAVILHOSA,quero lhe dizer e aos demais que ainda não entenderam, constitui sim uma noticia maravilhosa, talvez o senhor ainda não tenha estudado os fatos e números, que essa família Alves construiu aos longos anos de poder. Talvez o senhor não tenha tido um familiar a beira da morte na espera de uma vaga de UTI, ou tenha sido assaltados e mortos por bandidos,deixo claro que isso sim que não desejo para qualquer cidadão de bem que paga seus impostos. PQ roubar o herário público não deveria ter perdão mesmo. E isso foi feito ao longo dos anos por essa família e demais. E imaginar que uma obra superfaturada como foi a construção do Arena das Dunas, que por sinal serviu apenas para encher os olhos daqueles que não desejam enxergar, e com o dinheiro (propinas) desviado que foram doados pela OAS aos politiqueiros do RN, como forma de doação eleitoral, deixando de ser construídos mais leitos hospitalares, Escolas, rodovias, que por sinal ate mesmo a rodovia que liga a BR 232 a sede do município de Lajes Pintadas, que hoje se encontra como um queijo suísso, e que os politiqueiros da cidade não tem moral junto ao Governo e deputados de reivindicar tal obra, mas sabe pq que não tem, pq vendem os votos daqueles que não sabem ou se sabem fingem de desentendidos, por isso caro cidadão Erivan França e aos demais que interessam a este meu comentário, é bom mesmo que apurem todas as denuncias contra esses políticos que metem a mão no herbário público, mas se ainda tem dúvidas que ainda achas que não sei o que digo, posso continuar o meu comentário em outras oportunidades e lhe relatar fatos corriqueiros da vida pública daqueles que pregam a falsa moralidade e administram com irresponsabilidade e pagam seus luxos com o dinheiro público, e isso tb inclui políticos de nossa cidade.

      Excluir
  3. JOSUÉ DE CASTRO E SILVA6 de junho de 2017 17:02

    ALGUÉM JÁ SE DIZIA QUE ‘’O SOFRIMENTO APROXIMA O HOMEM DE DEUS’’.
    Henrique Eduardo Lyra Alves, filho de Aluízio Alves e Ivone Lyra Alves, nascido a 09/12/1948, no Rio de Janeiro, foi preso pela primeira vez na vida, na manhã de hoje, terça-feira, 06/07/2017, às 8h20, no edifício em que mora, na esquina da Avenida presidente Getúlio Vargas, com a Rua Dionísio Filgueira, nas proximidades da descida da Ladeira do Sol, no bairro de Petrópolis, na Zona Leste de Natal, RN. Assim, o filho do saudoso ministro Aluízio Alves foi preso com 68 anos, 05 meses e 27 dias de idade. Tudo isso, depois de enfrentar os rigores da Ditadura Militar, o sofrimento pela cassação dos direitos políticos do pai, dos tios Agnelo, Zé Gobat e Garibaldi (pai) e o covarde assassinato de Expedito Alves, então prefeito de Angicos, no Sertão do Cabugi, ao lado da igreja de São José, em 10/09/1983.
    Aluízio Alves foi cassado pelo AI-5 em 07/02/1969. Com o pai ausente da vida pública, no ostracismo, Henrique candidatou-se a deputado federal, nas eleições de 1970, com pouco menos de 22 anos de idade. Passou onze mandatos ininterruptos na Câmara Federal, de 1º/02/1971 a 1º/02/2015.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. JOSUÉ DE CASTRO E SILVA6 de junho de 2017 18:24

      ERRATA: Onde se lê: ''06/07/2017''; leia-se: ''06/06/2017''.

      Excluir
    2. Henrique Alves, quando foi candidato em 2014, disse à revista VEJA que a sua experiência no Congresso Nacional era o diferencial que faria os potiguares o escolherem para o cargo de governador do Rio Grande do Norte: ‘’A VANTAGEM DE EU SER CANDIDATO É QUE NÃO HÁ UMA PORTA HOJE EM BRASÍLIA, NO JUDICIÁRIO OU NO LEGISLATIVO, QUE EU NÃO ABRA’’.
      Agora é provável que com a sua prisão na manhã de hoje (06/06), os donos das portas, como o próprio presidente Temer, agora prefiram pensar em mudar A SENHA DO CADEADO.

      Excluir
    3. Todos os políticos sem exceção de nenhum são todos ladrões do dinheiro do povo

      Excluir
  4. Sei não, mas acontece que quando o sujeito está lascado por um motivo qualquer, os ‘’amigos’’ fogem em disparada como o Diabo foge da cruz.

    ResponderExcluir
  5. Diz o professor Ivan Maciel de Andrade que: ‘'O discurso contra a corrupção cria em favor de quem o faz uma útil e, muitas vezes, falsa presunção de honestidade...’’

    ResponderExcluir