quarta-feira, abril 05, 2017

Reforma da Previdência deve ser votada até julho, diz Temer





















G1 SP – A uma plateia de empresários, o presidente Michel Temer (PMDB) defendeu, no início da tarde desta terça-feira (4), em São Paulo, a reforma da Previdência como essencial para o crescimento do país. Ele prevê que a reforma seja votada no Congresso até julho. Ele também admitiu “adaptação” ou conserto na terceirização “se houver necessidade”.

“Relatores acham que é possível votar. Naturalmente haverá uma ou outra adequação que será feita em comum acordo com o governo e, se for assim, acredito que será votado até junho ou julho”, disse.



2 comentários:

  1. A marcação, o ódio e a má-fé do ‘’presidente’’ estão na Previdência, porque é exatamente lá onde se situa o amparo do trabalhador mais humilde, sem força e sem voz.
    Se a Previdência fosse um instrumento de apoio ou de amparo dos políticos, dos banqueiros, dos empresários e dos agiotas, certamente, Sua Excelência não demonstraria tanto orgulho, tanta vaidade, tanta arrogância, tanta força e tanto poder.

    ResponderExcluir
  2. Quem trabalha a vida toda, contribuindo para o engrandecimento do país, e depois de tantos anos de labuta, não faz jus o direito à própria aposentadoria, nos instantes finais da existência, por capricho ou por pura maldade de quem, na chefia no governo, se distancia dos homens, das mulheres e de Deus, é digno de ter até o perdão dos pecados.

    ResponderExcluir