quinta-feira, abril 27, 2017

Greve contra a Reforma da Previdência cria “feriado” de 4 dias no país





















A greve geral que está sendo organizada por sindicatos para esta sexta-feira (28), contra as reformas da Previdência e trabalhista, pode paralisar o transporte público, os bancos e outros setores em todo o país. E também criar um feriado de quatro dias.

Funcionários que não conseguirem chegar ao emprego na sexta ou decidirem aderir à paralisação sem comparecer a atos e passeatas têm a possibilidade de prolongar em mais um dia o feriado do Dia do Trabalho, comemorado na segunda (1º) -e ir viajar mais cedo com a família. Crianças e adolescente não terão aula, já que professores da rede estadual, municipal e da rede privada também pretendem parar as suas atividades. A Folha!



Nenhum comentário:

Postar um comentário