quinta-feira, abril 13, 2017

Fora da lista de Fachin, Tiririca poderá disputar a Presidência da República em 2018





















O deputado federal Tiririca (PR/SP) não foi citado na lista do ministro Luiz Edson Fachin, relator da Operação Lava Jato no Supremo Tribunal Federal (STF), que autorizou a Procuradoria Geral da República (PGR) a investigar 9 ministros, 29 senadores e 42 deputados federais que fazem parte da chamada “lista do Janot”.

Tiririca poderá disputar a Presidência da República em 2018. Deu no Tonny Washington!



Um comentário:

  1. TIRIRICA NÃO TEM CONTAS NA SUÍÇA.
    O deputado federal Francisco Everardo Oliveira da Silva (PR-SP), mais conhecido pela alcunha de Tiririca, não foi citado na lista negra do Procurador-Geral da República, Rodrigo Janot. Não saiu por quê? Porque Francisco Everardo ou Tiririca é um deputado justo, íntegro, ético, moral e ‘’limpeza’’, como se diz por aqui nas ruas da minha querida cidade de Cuité, no Curimataú paraibano. Tiririca é um palhaço com brilhante atuação no picadeiro e um exemplar deputado federal no Congresso Nacional. Por essa razão, ele (o deputado e palhaço) não está na lista da Lava Jato do Dr. Janot. Francisco Everardo ou Tiririca é diferente: não se envolve em conluio, falcatrua, caixa 2, roubalheira, ‘’mesada’’ servida com contracheque de servidor fantasma, almoço ou jantar nos salões palacianos nos dias que antecedem as votações das matérias contra o povo. Francisco Everardo ou Tiririca não come propina e não tem contas na Suíça. Por isso, mesmo que seja monótono, é preciso repetir que esse é o motivo pelo qual Francisco Everardo ou Tiririca não está na lista de Janot.

    ResponderExcluir