sábado, fevereiro 11, 2017

Estudante da UFRN pesquisa riscos da ponte do bairro de Igapó















Jhonathan Lima, estudante de geografia e participante do grupo de pesquisa Georisco, da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), está desenvolvendo um estudo sobre os possíveis riscos de desastres causados pela falta de manutenção na ponte do bairro Igapó, na Zona Norte. Um questionário com 12 perguntas será base para levantar alguns dados quantitativos de vulnerabilidade e exposição dos transeuntes.

A pesquisa é desenvolvida com a coordenação do professor Lutiane Almeida, da pós-graduação em Geografia e também coordenador do grupo de pesquisa. O estudo toma como referência acidentes como o desabamento do viaduto de Belo Horizonte (MG) em 2014 e a queda da ciclovia do Rio de Janeiro, no ano passado.

Além de saber sobre a vulnerabilidade para os riscos de desastres na ponte de Igapó, a pesquisa também visa saber a importância dela para o tráfego de veículos. Os moradores da Zona Norte e todos os que usam ou já usaram a via para se deslocar podem participar do questionário que está disponível pelo Google Docs, no link. Com informações da UFRN!


4 comentários:

  1. FARRA DO NEPOTISMO NA PREFEITURA DE NACAU, RN.
    O Ministério Público recomenda exoneração de parentes do prefeito Túlio Lemos e do vice-prefeito Rodrigo Aladim.
    João Bosco, tio do prefeito e Chefe de Gabinete, Jonas Vinícius Bezerra Lemos, irmão do prefeito e Secretário de Tributação, Andrea Cristiane Vasques da Câmara Lemos, esposa do prefeito e Secretária do Trabalho, Habitação e Desenvolvimento Social e Jamima Marinho Vieira Diniz Aladim, mulher do vice-prefeito e Secretária de Turismo.

    ResponderExcluir
  2. Só isso, my friend? Macau tá um paraíso. Tem canto por aí afora que o vai e vem, o tira e bota, o disse me disse, o fuxico, o puxa-saquismo, a perseguição, o falatório, a conversa mole, o nhem-nhem-nhem, o nepotismo desenfreado, a nojenteza, vai do carnaval ao samba (com o respeito e a admiração que o carnaval e o samba merecem).

    ResponderExcluir
  3. O carnaval e o samba são merecedores do respeito e da admiração do povo, mas a canalhice e a falta redobrada de atenção à ética, à moral, às normas vigentes e aos bons costumes são merecedoras do repúdio da sociedade.

    ResponderExcluir
  4. O prefeito de Macau, jornalista Túlio Lemos, decidiu não empenhar recursos públicos para os festejos carnavalescos de 2017.
    ‘’Não vamos investir nenhum centavo do dinheiro público da cidade de Macau no Carnaval...’’

    ResponderExcluir