sexta-feira, fevereiro 03, 2017

Ao visitar Lula no hospital, Temer é hostilizado por petistas aos gritos de “assassino” e “golpista”, diz jornal




















A Folha de São Paulo informa que eram por volta das 22h30 de ontem, quando o Presidente Michel Temer (PMDB) chegou ao hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, acompanhado de uma comitiva de pelo menos quinze aliados para visitar o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

Temer entrou pela porta principal do hospital e foi hostilizado por cerca de dez simpatizantes petistas, aos gritos, de “assassino” e “golpista”. Ele não respondeu aos ataques.

A comitiva de Temer ficou meia hora dentro do hospital.  


Nenhum comentário:

Postar um comentário