terça-feira, janeiro 24, 2017

São Tomé: Prefeito Babá Pereira decreta 90 dias de emergência administrativa



















O prefeito de São Tomé, Anteomar Pereira da Silva, o "Babá", decretou situação de calamidade administrativa e financeira "em decorrência de arbitrariedades" na gestão do ex-prefeito Gutemberg Rocha, por um prazo de 90 dias, mas prorrogável para 180 dias. "Babá" informa que estão em aberto folhas de pagamento dos servidores municipais relativos a novembro e dezembro do ano passado, além da falta de repasse de R$ 1 milhão à Caixa Econômica Federal (CEF) que foram descontados por 11 meses dos vencimentos dos servidores, objeto de desconto de empréstimo consignado e desconto na folha de pessoal.

Também consta como justificativa para a crise financeira do município o atraso de R$ 4 milhões das contribuições ao Regime Próprio da Previdência do funcionalismo público de São Tomé, afora ausência de atos de registros de preços e contratos vigentes para aquisições de bens e serviços encerrados em 31 de dezembro de 2016.

Para justificar o decreto, "Babá" cita, ainda, o sucateamento da frota de veículos do município, e a estiagem, que vem afetando a economia de São Tomé: "Todo o exposto ficará provado a partir da apresentação da documentação referente ao relatório de transição ao Tribunal de Contas do Estado". Do Cerro Corá News!


6 comentários:

  1. Aí, pelo que se vislumbra, trata-se efetivamente de apropriação indébita. Em alguns casos, esses ‘’Institutos de Previdência’’ não passam de manobra de espertalhões, sem vergonha no focinho, roubarem o dinheiro do trabalhador e fugirem da responsabilidade patronal para com os servidores.
    Descontar o dinheiro do trabalhar e não o repassar ao agente de crédito é a mesma coisa do bandido que assalta o anônimo na rua. É tudo cabra de peia.
    O marginal que come o dinheiro destinado ao Instituto de Previdência do trabalhador é outro bandido mais violento do que o sujeito que faz churrasco de carne humana no interior do presídio de Alcaçuz.
    São bandidos de alta periculosidade e, por isso, desmerecedores de um lugar ao sol. A não ser entre quatro paredes, no mais profundo isolamento.

    ResponderExcluir
  2. Tenha pena de mim que já dei tudo o que podia para o engrandecimento do meu país. Hoje, não posso mais... Tiram de mim todos os meus anos de trabalho. Foram quase quarenta anos de labuta e de muito prejuízo.

    Zé de Zé Anão

    ResponderExcluir
  3. Alguém tá mentindo feito doido aí em Lajes Pintada, ou o taxista da Pracinha senador Fernando Bezerra tá todo enrolado.
    Onde danado fica localizada uma quadra de esportes na Rua João Pinto de Souza, aí nessa cidade, cuja conta de energia nos meses de novembro e dezembro de 2016, somou, com centavo e tudo, a quantia de R$ 3.564,85?
    Esse trem existe mesmo, ou a Cosern tá roubando o dinheiro do contribuinte de Lajes Pintada? Tem alguém se locupletando com o dinheiro do povo. Existe sujeito safado, metido a bacana, espertalhão que só um fela da égua, roubando água da Caern, energia da Cosern, e até caixa de câmbio de ambulância da prefeitura. E povão sofrido pagando o pato. E o ladrão vadiando pelas praias do litoral norte e sul da capital.

    ResponderExcluir
  4. Pense nos últimos doze anos de farra dessa molecada sem vergonha na cara: só no vinho, Old Parr, picanha, camarão, lagosta, praia, luxo, ostentação, vaidade, arrogância, tudo à custa do dinheiro público, da merenda das criancinhas famintas, desnutridas, indefesas, necessitadas...
    Ainda tem nêgo que a ficha não caiu. Só vai cair daqui a seis meses (180 dias), quando for descoberta a manobra. Tem chão na mira.

    ResponderExcluir
  5. Vai pra lá!!!!!!

    Nunca ouvi falar nessa rua por aqui nem tampouco nessa quadra de esportes. Só se é lá pra banda do Barro Preto ou da Serra de Verde. Aqui tem ginásio de esportes.
    Rua João Pinto de Sousa?
    Não será Rua José Piranha Filho não?
    Alguma coisa está errada. Mas como por aqui tem de tudo: até conluio envolvendo ‘’compra e venda de chão de casa’’ em negócio esquisito e sem pé nem cabeça, quem sabe....



    ResponderExcluir
  6. Essa história de compra e venda de chão de casa vai parar no ministério público, para descobrir essa trampolinice. Tem magote de ‘’gente boa’’ envolvida nessa canalhice.

    ResponderExcluir