segunda-feira, outubro 31, 2016

MPF denuncia ex-juiz do TRE por corrupção passiva e falsidade ideológica

O Ministério Público Federal no Rio Grande do Norte (MPF/RN) denunciou o ex-assessor jurídico de Sítio Novo e ex-juiz do Tribunal Regional Eleitoral (TRE/RN), o advogado Verlano de Queiroz Medeiros, e ainda José de Arimatéia Sales, sócio-administrador da Divinópolis Construções e Serviços Ltda.


O primeiro é acusado de corrupção passiva e falsidade ideológica e o segundo de corrupção ativa. Em 2008, o empresário repassou R$ 10 mil em propina para o então assessor jurídico de Sítio Novo, após a Divinópolis ter sido contratada irregularmente. Deu no Blog do Tonny Washington!



Um comentário:

  1. GONÇALO DE MARIA JOAQUINA5 de novembro de 2016 13:33

    No estado democrático de direito os acusados têm direito à defesa, porque se trata de garantia constitucional.
    Assim, o ex-juiz terá oportunidade de provar sua inocência no foro competente.

    ResponderExcluir