domingo, setembro 25, 2016

Humor do DL. Eleitores

3 comentários:

  1. NO FERRO VELHO.

    Cadê as ambulâncias da Prefeitura de Lajes Pintadas que foram doadas ao município pelos governos do Estado e da União? Ninguém dá notícia, ninguém sabe nada, ninguém as viu. Se, ainda, houver alguma ambulância aí nesse lugar, mesmo caindo aos pedaços, certamente, está abandonada, entregue às baratas, ou no ferro velho.

    A cidade de Lajes Pintadas está acéfala, sem dirigente, sem comando, entregue aos AGIOTAS, aos oportunistas, aos amantes da noite e da FARRA.

    ResponderExcluir
  2. Quando eu e alguns amigos vínhamos da feira de Currais Novos, na manhã de ontem (26), por volta das 10h30, entrávamos no bar de João Quebrado, na chã da Serra do Doutor, para beber uma cerveja e comer algum tira-gosto, enquanto o motorista abastecia o veículo no posto de combustíveis localizado, nas proximidades, às margens da BR 226.
    Na mesa vizinha à nossa havia dois homens que demonstravam profundo conhecimento da política regional. Prefeito bom, prefeito ruim, candidato bom, candidato ruim, quem faria e quem não faria os sucessores. O papo girava em torno disso aí.
    Em pouco tempo surgiu um assunto sobre Lajes Pintadas. O senhor mais comunicativo, e que falava num elevado, dizia que a prefeitura local estava entregue a pessoas de fora e sem compromisso com a cidade. Informava que nem havia atendimento médico no lugar e nem medicamento na farmácia básica do município. Se havia alguma dipirona essa seria distribuída com quem fosse alcançado vestindo camisa azul da coligação do candidato do prefeito. Dizia, ainda, num tom mais elevado, que a única ambulância existente na comunidade estava presa, apreendida, abandonada, sem conservação, suja e descaracteriza, no pátio do Posto da Polícia Rodoviária Federal.
    Pagamos a conta e fomos embora, enquanto os dois homens, com quem não tivemos uma única palavra, salvo um até logo de despedida, ficaram naquele blá-blá-blá danado e sem fim.

    ResponderExcluir
  3. Pois pode ficar sabendo que tudo isso que o cara falou no bar de João Quebrado, mesmo que tenha sido sob os efeitos da cachaça ou de qualquer outra bebida alcoólica, é verdade.

    ResponderExcluir